Reutilização de pneus e resíduos volumosos (espuma de sofá)  

Introdução

A crescente produção de resíduos sólidos urbanos nas cidades brasileiras tem sido uma grande preocupação, necessitando ações voltadas para a reciclagem e o reuso de materiais descartados.

Dentre estes resíduos estão os pneus inservíveis, que muitas vezes são descartados em terrenos baldios ou queimados, representando um grave problema ambiental e de saúde pública (Vizioli e Fantin, 2016).

Segundo a ministra do meio ambiente Marina Silva, a geração e acumulação de resíduos de pneus são um dos problemas ambientais mais sérios no âmbito mundial.

A grande quantidade de pneus gerada anualmente e as dificuldades apresentadas pela coleta, o armazenamento e a destinação ambiental adequada dos mesmos, para um país em desenvolvimento e com dimensões continentais, impõem ao Brasil a adoção de instrumentos eficazes para a administração responsável no plano nacional. Além do enorme problema ambiental, pelo risco de contaminação do ar, do solo e do lençol freático, o acúmulo de pneus no ambiente constitui também grave ameaça à saúde pública devido à sua relação direta com a propagação de doenças, em especial no meio tropical.

Além dos pneus, outra problemática são os resíduos volumosos, como o de espuma de sofá, pois ocupam grandes espaços e não permitem a reciclagem do material. Devido a isso, são importantes projetos de educação ambiental voltados a área, como o caso de reutilizar pneu e espuma de sofás descartados para elaborar caminhas para animais, colaborando para um meio equilibrado e sustentável.

1-Para caminha de cachorro

1.1 Materiais

– 1 pneu usado;
– 1 tinta fosca em spray;
– Espuma;

-1 faca;

– 1 pote com vinagre e 1 com água;
– 1 roupa usada.

1.2 Metodologia

– Limpe o pneu com 50% de água e 50% de vinagre;
– Recorte o pneu, com uma faca primeiro na horizontal fazendo uma marca e depois na vertical para retirar a parte superior;
– Utilize um spray fosco para pintar o pneu, mas não abuse da tinta;
– Para forrar, utilize a espuma descartada (que você já não usa mais) e cubra com um agasalho ou roupa usada;

– Caso necessário, costure a espuma na roupa;
– Para finalizar, enfeite o pneu com uma fita ou com adesivos coloridos.

Fonte: http://gshow.globo.com/como-fazer/noticia/2015/10/transforme-um-pneu-usado-em-uma-caminha-de-cachorro.html

2- Para banco de pneu

2.1 Materiais

  • 2 pneus (um maior e um menor);
  • 1 corda de nylon de 10m;
  • 1 furadeira;
  • 1 faca de serra pequena;

2.2  Métodos

– No pneu menor fazer 3 furos em triângulo a cada 2 dedos de distância, na lateral superior. Na lateral inferior, fazer 4 furos formando um quadrado.

– No pneu maior fazer 4 furos formando um quadrado na lateral superior, como na lateral inferior do pneu menor.

– Com a faca, unir os 3 furos para formar os triângulos, possibilitando a passagem da corda.

– Passar a corda em um dos triângulos e fazer um nó na extremidade que ficar dentro do pneu.

– Passar a corda no triângulo em frente ao já passado, e ir costurando até formar linhas paralelas verticais.

– Cruzar as cordas no sentido horizontal, para que fiquem trançadas.

– Após passar em todos os furos triangulares superiores, passar a corda nos furos de baixo para prender o pneu menor ao maior, formando um quadrado.

– Finalizar com um nó na extremidade.

  1. Lixeira feita com pneus usados

    Fonte: http://www.artereciclada.com.br/pneu/lixeira-feita-com-pneus/

3.1 Materiais
– Cada lixeira é composta por 4 pneus daqueles comuns de 13 ou 14 polegadas.
– Arame, para amarração interna dos pneus.
– Tinta esmalte sintético ou óleo nas cores que desejar.
– Alicate, furadeira, e outras ferramentas comuns.
– Brita e areia, que serviram como peso e suporte, impedindo que seja virada por agentes físicos e naturais. A brita serve também como filtro ecológico, agindo como dreno.

3.2 Metodologia

– Retire as laterais dos pneus (e aproveite ou envie para reciclagem).

– Amarre os pneus pela parte interna utilizando o arame.
– No último pneu deixe uma das laterais para apoio no solo.

– Neste ponto, a lixeira já está pronta, mas ainda sem a pintura.

– No fundo de cada lixeira, faça furos no pneu (no lado que será apoiado no solo), para o escoamento da água da chuva (os recicláveis que podem perder o valor, se ficarem úmidos)

6- Coloque uma camada de brita

7- Coloque uma camada de areia

8- Para finalizar, na pintura você pode utilizar tinta do tipo esmalte sintético ou óleo.